Uber, polêmica nas ruas portenhas

O original e até agora questionável sistema de transporte não podia ficar fora de Buenos Aires. Alguns dias atrás Uber, o serviço de carros de aluguel, desembarcou na capital argentina e como já é costume, acabou criando uma grande confusão logo no início.

Os primeiros em ficar em pé de guerra foram, logicamente, os motoristas de táxi. Numa disputa bastante forte, os tacheros (como são conhecidos na gíria portenha) não demoraram nem um minuto em mostrar a sua desconformidade com a chegada do Uber. Cortes de ruas, reclamações, ameaças e tudo aquilo que já faz parte do folclore de Buenos Aires.

Contudo, a empresa de origem americana não pareceu se preocupar muito com a reação adversa e começou as suas atividades no último 12 de abril. De fato, os responsáveis do Uber já parecem estar mais do que acostumados com esse tipo de contratempos.

Booking.com

Mas não é só o grêmio dos táxis que manifestaram a sua desaprovação. O próprio Governo da Cidade de Buenos Aires logo em seguida saiu a defender os direitos dos donos dos carros pretos e amarelos, alegando que a concorrência é desleal e que o Uber não tem autorização nem alvará para poder exercer as suas funções. A polêmica nas ruas portenhas já começou no mesmo dia da inauguração.

Uber (Foto: freestocks)

Como funciona

Do mesmo jeito que no resto das quase 400 cidades do mundo onde o Uber funciona desde 2009, basta baixar no seu smartphone o aplicativo para utilizar o serviço.

O que você precisa para contratar um carro através do Uber?

  • Possuir um celular com o sistema operacional iOS (iPhone) ou Android (Samsung e a maioria das outras marcas) e uma conexão de internet. Os modelos que utilizam o sistema Windows Phone também podem baixar e usar o aplicativo sempre que tenham a versão 8.0 ou superior.
  • Baixar o aplicativo e instalá-lo no seu telefone celular.
  • Criar uma conta de usuário e inserir os dados de um cartão de crédito ou débito como se fosse realizar qualquer outra compra pela internet.
  • Ao iniciar o aplicativo e solicitar uma viagem você deverá inserir o endereço inicial e o destino final.
  • Automaticamente o sistema informará o valor aproximado do trajeto. Atenção nesse ponto porque os valores depois podem mudar um pouquinho, dependendo do horário e a demanda.
  • Após a confirmação, é enviada uma mensagem com os dados do motorista e o carro (modelo e placa). Em poucos minutos, o carro mais próximo do local onde você se encontra irá chegar.
  • Quando a viagem for finalizada o valor da mesma será descontado do seu cartão que já foi cadastrado previamente. Você não precisa pagar nada ao motorista, mas deve qualificar o serviço recebido.

Para obter mais informações sobre o funcionamento do Uber em Buenos Aires, você ainda pode visitar o site oficial da companhia.

Vale a pena utilizar o Uber?

Até ai, tudo bem. Só que como era esperado, a aparição da temida frota de milhares de carros free lancers desatou uma verdadeira tempestade de protestos, principalmente entre os motoristas de táxis. Parte de razão eles têm: os motoristas de Uber (considerados “parceiros” pela própria empresa e não empregados) não precisam ter uma carteira de habilitação profissional nem adquirir uma das custosíssimas licenças para dirigir carros com passageiros pelas ruas de Buenos Aires.

Uber (Foto: Abhijit Bhaduri)

Além do mais, os veículos contratados online só possuem o seguro para carros de rua convencionais, enquanto os táxis devem ter um seguro obrigatório que cubra eventuais acidentes com os passageiros. Nesse sentido, as autoridades portenhas já mostraram claramente a sua posição, qualificando a atividade da empresa californiana como ilegal e tentando bloquear o trabalho dela em terras argentinas.

Uber, táxis em Buenos Aires (Foto: Kyle M Lease)

Agora, se pensarmos em quantos passageiros, turistas ou não, já foram vítimas da “esperteza e malandragem” de alguns motoristas de táxis de Buenos Aires, bem que poderíamos outorgar ao Uber o benefício da dúvida. Pelo menos isso.

Em questões de praticidade, para viagens rápidas dentro da cidade possivelmente o mais simples continue sendo o tradicional método de esperar numa esquina até um táxi vazio aparecer. Porém, para distancias maiores e se você procura maior conforto e uma noção mais precisa do valor da viagem (um dos maiores problemas que podemos encontrar quando pegamos um táxi em qualquer cidade do planeta), então aí o Uber tem um ponto importante no seu favor.

Consulte por passeios, traslados, shows de tango e outras atividades turísticas em Buenos Aires com os melhores preços do mercado!

Uber (Foto: Núcleo Editorial)

E os preços? A diferença de preço viajando num carro do Uber e num táxi qualquer não é muito grande, sobretudo nos percursos curtos. Uma vantagem seria que o acréscimo da conhecida bandeira dois que funciona a partir das 22h não é cobrado e nas viagens mais longas essa diferença acaba valendo a pena. Só não se esqueça de que se for utilizado um cartão de crédito brasileiro, o velho e querido IOF também vai aparecer no seu extrato!

Entenda como usar o cartão de crédito ou débito no exterior.

Impeachment para o Uber, sim ou não? O futuro é duvidoso por aqui também…