Conhecendo o atraente Tigre

O Município de Tigre fica uns 33 km distante da cidade de Buenos Aires na chamada Zona Norte, nas margens dos rios Tigre Luján. Desde a estação fluvial saem com frequência lanchas de passageiros até as diferentes ilhas e rios que fazem parte do chamado Delta del Tigre, na entrada do Delta do Rio Paraná.

Ao longo dos seus diversos rios e canais são feitos passeios em lancha e catamarã, excursões de pesca, prática de esportes aquáticos, etc. É ideal para quem deseja um lugar calmo, com uma vista agradável e em contato direto com a natureza.

Mesmo havendo sofrido um processo de reforma para atrair o turismo, a cidade ainda conserva as antigas mansões construídas na época dourada das primeiras décadas do século passado.

Booking.com

Alguns destaques do Tigre

Saindo da estação de trem e atravessando a pequena ponte, encontra-se o Paseo Victorica que vai beirando o Rio Luján, onde também é possível achar alguns restaurantes para almoçar.

Um dos pontos turísticos é o Puerto de Frutos. Nele encontram-se espalhadas barracas onde podem ser compradas as obras produzidas pelos artesões, lembranças e produtos típicos da região, além de frutas e verduras cultivadas nas ilhas e trazidas diariamente pelas lanchas. Uma completa praça de alimentação pode ser achada também no Puerto de Frutos, com vários restaurantes, bares e churrascarias.

Parque de la Costa, Tigre
O Parque de la Costa, no Tigre

Perto da estação do Tren de la Costa aparece a imponente e tentadora figura do Casino Trillenium, para aqueles dispostos a arriscar um pouco de dinheiro tentando a sorte nas máquinas caça-niqueis e a roleta.

Aproveite o interessante passeio turístico que o Tren de la Costa oferece.

Caminhando mais um pouco se chega ao Parque de la Costa, um parque de atrações não muito grande, mas que vale a pena ser visitado.

A cidade possui diversos e interessantes museus que merecem ser visitados, os mais destacados são os Museu de Arte, o Museu Naval e já dentro do Delta del Tigre (após uns 20 minutos de navegação) o Museu Sarmiento.

Catamarã, Tigre
Uma viagem em catamarã pelo Tigre

Nas últimas décadas um grande número de condomínios e bairros privados foi construído; o orgulho do Tigre é o Nordelta, um exclusivo e elegante bairro onde moram empresários, políticos e artistas.

Em questões de segurança, foi um dos primeiros municípios em utilizar câmeras de vigilância.

Atenção! Evite problemas que possam estragar as suas férias. Confira as nossas 10 Dicas de Segurança em Buenos Aires.

Viajando em catamarã

A melhor maneira de recorrer os vários rios e canais do Delta é fazendo uma viagem em catamarã. O serviço funciona o ano todo, em diversos horários e as passagens podem ser compradas nas bilheterias localizadas na beira do rio.

Com capacidade de até 150 passageiros e serviço de bebidas e refeições, os catamarãs oferecem viagens de diferentes durações (entre 40 minutos e duas horas) enquanto navegam pelos rios Tigre, Luján, Sarmiento e San Antônio.

Durante a navegação as bonitas casas de final de semana podem ser observadas desde o catamarã, como assim também as chamadas “lanchas armazém” que fornecem mantimentos aos moradores das casas localizadas nas diferentes ilhas.

Os rios do Delta del Tigre são os escolhidos para a prática de esportes aquáticos. Com um grande número de clubes, o remo é o esporte mais popular entre os moradores.

Como chegar

Existem várias alternativas para chegar desde o centro da Cidade de Buenos Aires. Uma delas é pegar o trem da linha Bartolomé Mitre (ramal Tigre), na estação Retiro; a viagem demora de 45 a 50 minutos até chegar ao ponto final.

Outra possibilidade é utilizar o trem que também sai de Retiro, da mesma linha Bartolomé Mitre (desta vez, ramal Mitre) e descer na estação Bartolomé Mitre, no bairro de Olivos. Atravessando a ponte por cima da Avenida Maipú, se tem acesso a plataforma do Tren de La Costa.

Estação de trem Tigre

O Trem de La Costa sai de Olivos (estação Mitre) e percorre onze estações até chegar finalmente no ponto final que é a estação Delta, no Tigre. Faz um trajeto interessante permitindo ao passageiro descobrir a vista dos diversos bairros residenciais da região (Olivos, La Lucila, Martínez, Acassuso, San Isidro, etc.). Grandes e imponentes casas podem ser apreciadas durante a viagem.

Conheça a beleza natural do norte de Buenos Aires fazendo uma excursão de um dia pelo Tigre.

A linha de Ônibus 60 sai de Constitución e chega até Tigre, sendo outra alternativa de transporte só que a mais demorada: a viagem pode levar até duas horas. Já quem prefere uma viagem mais rápida e confortável pode contar com os serviços de um remise (com a possibilidade de acertar o preço de ida e volta com antecedência) ou um rádio táxi.

Visite o Tigre e descubra um ótimo passeio em Buenos Aires. 


Exibir mapa ampliado

Postado por Marc Ouellet, 23/02/2011
Utilizado com a permissão do autor