Variedades de vinho argentino: veja o nosso Top 6

Junto com o Tango e o churrasco, outro dos produtos típicos da Argentina de maior relevância é o vinho. Contudo, beber vinho não era considerado um hábito elegante ou refinado para a maioria dos portenhos. Pelo contrário, sempre foi um costume bem popular e não muito sofisticado. Mas os tempos mudaram rapidamente e hoje em dia consumir a tradicional e nobre bebida, fruto da uva, virou uma espécie de subcultura. Uma coisa chique e ao mesmo tempo agradável e prazerosa.

Durante a última década o numero de produtores e adegas no país vizinho aumentou consideravelmente, junto com a diversidade e o padrão de qualidade dos seus numerosos produtos.

Variedades de vinho argentino 1

Booking.com

Confira a seguir o nosso Top 6 com algumas das variedades de vinho argentino mais destacadas na atualidade.

Tintos:

Malbec:

Indiscutivelmente o Malbec é a casta mais famosa e apreciada dentre os vinhos argentinos. De fato, os hermanos são os maiores produtores mundiais nesse quesito. Originário da França, porém com mais de 150 anos na Argentina, possui uma cor intensamente escura (às vezes quase preta), muito corpo e um aroma bem frutado. Recomenda-se servi-lo após atingir uma temperatura de 16°.

Cabernet Franc:

Sua produção (mesmo que em processo de desenvolvimento) vem aumentando significativamente, ganhando relevância e prestígio dentro e fora do país. Suas principais características? Leve, seco e menos forte que o Cabernet Sauvignon. Apresenta um corpo médio, acidez moderada e uma cor vermelha brilhante. A temperatura sugerida para ser servido é de 18°.

Cabernet Sauvignon:

Produzido com castas de alta qualidade, é considerado o Rei dos Tintos. O Cabernet Sauvignon nada mais é que a mistura de duas espécies de uva francesa: Cabernet Franc e Sauvignon Blanc. Pesado, com bastante corpo e trazendo um nível de álcool levemente superior, pode apresentar um gosto mais áspero dependendo da idade. A temperatura adequada beira os 16°.

Bonarda:

Um dos tipos de uva mais cultivada na Argentina, depois da uva Malbec. Forma parte da categoria de vinhos menos caros e a maior parte da sua produção é realizada na província de Mendoza. Uma das suas características é o baixo nível de acidez. Os experts aconselham que a sua temperatura de serviço seja de aproximadamente 17°.

Brancos:

Chardonnay:

O branco típico, aromático e seco, admirado não só na Argentina, mas também no mundo inteiro, sendo utilizado ainda como base para numerosos vinhos espumantes. Oferece uma coloração dourada e com perfume de frutas cítricas ou tropicais. A temperatura certa para curtir as bondades de um bom Chardonnay oscila entre os 10° e os 12°.

Torrontés:

Feito com um tipo de uva tipicamente nacional (embora para muitos entendidos foi trazida alguns séculos atrás pelos colonizadores espanhóis) e cultivada no país todo. Seu gosto é particular e inconfundível, com uma cor levemente amarela. Além de ser um bom parceiro das comidas típicas das regiões onde é produzido, o vinho Torrontés também se destaca por combinar amigavelmente com os melhores pratos da culinária oriental. Sua temperatura ideal não deve ser superior aos 10°.

Degustações de vinho exclusivas

Mas como saber o que escolher corretamente entre tantas opções? Calma, tudo tem solução…

Uma nova tendência que cada dia vem tomando mais força e permite aos amantes do bom vinho conhecer (e principalmente saborear) em primeira mão os novos produtos, são as degustações. Aos poucos, é uma atividade que vai sendo parte do roteiro de cada turista que visita Buenos Aires e o público brasileiro não pode, nem deve ficar do lado de fora.

Não importa se você é um especialista ou se somente tem os conhecimentos básicos do assunto. Na verdade, as degustações de vinho estão dirigidas a todo aquele que esteja disposto a apreciar a qualidade da mais tradicional das bebidas argentinas.

Variedades de vinho argentino, degustações

São realizadas num ambiente requintado e intimista, mas ao mesmo tempo bem descontraído, onde você pode se sentir totalmente à vontade. Os grupos são pequenos para preservar assim a privacidade do encontro. Desse jeito, o sommelier conseguirá levar você pelo caminho dos sabores, cores e aromas das mais renomadas variedades de vinho argentino, brindando (literalmente) uma completa informação sobre os tipos degustados.

Mas não pense que é só bebida: diversos tira gostos acompanham cada degustação, com o intuito de ressaltar as nuances de todos os vinhos… e de forrar um pouco o estômago também!

Resumindo, a degustação resulta uma verdadeira aula de enologia, totalmente personalizada, além de ser uma original e atraente atividade para poder aproveitar suas férias em Buenos Aires. Como bónus, você tem a possibilidade de conhecer e interagir com turistas de outras nacionalidades, o que aumenta a relevância do evento.

Reserve aqui a sua degustação de vinhos com Anuva Wines

E antes de finalizar o encontro até é possível compras algumas garrafas de vinhos seletos e não sempre encontrados no mercado, a preços razoáveis.