Validade do RG: mito ou verdade?

A cada certo tempo aparece um assunto específico que é motivo de preocupação entre os membros da nossa audiência. No começo foi o câmbio: todo mundo queria saber onde trocar dinheiro, que moeda levar, etc. Depois foi a vez dos shows de tango… qual show era o mais recomendável? Em seguida foi a vez de descobrir quanto dinheiro levar para Buenos Aires, pergunta que ainda hoje continuamos recebendo bastante. Só que agora tem mais uma questão que tira, literalmente, o sono de muitos brasileiros: a validade do RG. Existe ou não?

Sempre com o intuito de ajudar aos nossos leitores, sejam frequentes ou ocasionais, vamos tentar aclarar as coisas de vez. Fique conosco…

O famoso RG

O RG, sigla de Registro Geral, é o documento de identidade que cada estado brinda aos seus cidadãos. É, junto com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), o principal documento de cada pessoa. Quando atingir a idade suficiente, você poderá ter mais um documento: a CNH, conhecida também como Carteira de Motorista. Ou, segundo as próprias iniciais, Carteira Nacional de Habilitação.

Booking.com

Por essas coisas da vida, no Brasil cada documento tem um número diferente. Isso pode complicar as coisas significativamente na hora de querer memorizar tudo. Na Argentina, ao contrário, está tudo unificado: documento de identidade, carteira de motorista e até passaporte compartilham o mesmo número. E o CUIT (equivalente ao CPF) também conserva a mesma numeração. Apenas acrescenta um par de dígitos no começo, outro no final e mais nada. Uma ideia que poderia ser adotada em breve segundo um projeto que, dizem alguns, estaria engavetado no Planalto. Mas por enquanto, a realidade é outra.

Como já mostramos no post Documentos para viajar à Argentina o velho e querido RG não tem data de validade. Não tem mesmo, apenas a data de emissão. Além da sua foto, nome completo, filiação, lugar e data de nascimento, CPF e o número identificador. Desse jeito, e em teoria, o documento poderia durar a vida toda. Sim ou não? Mais ou menos.

Validade do RG (Foto: governosp)

Existem vários motivos para solicitar uma segunda via do RG. Perda, roubo ou deterioro do mesmo são as causas mais comuns. O passar do tempo também não ajuda e após alguns anos será necessário atualizar a foto do portador. Apresentar o documento com uma foto muito antiga pode não ser suficiente para provar a sua identidade. Não adianta insistir.

No caso específico das mulheres, as razões para atualizar o RG também não são poucas. Principalmente após uma mudança no estado civil (casamento, separação ou viuvez) ou uma troca no visual muito radical!

O que as autoridades brasileiras e argentinas exigem

No parágrafo anterior mostramos apenas situações típicas que qualquer um pode ter que enfrentar alguma vez. Desse jeito, a renovação do RG limita-se ao bom senso e a necessidade, só isso. Mas na hora de viajar ao exterior quem exige que a validade do RG seja inferior a dez anos? Vamos ver com maiores detalhes e tentar entender melhor a situação.

No Brasil são dois os órgãos oficiais responsáveis pela documentação necessária para entrar ou sair do país. Esses órgãos são a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e a Policia Federal. Já ao ingressar em território argentino quem irá verificar a sua documentação são os agentes da Direção Nacional de Migrações. Você já sabe, ou deveria saber que para viajar à Argentina é preciso apresentar o RG ou passaporte, certo?

Validade do RG, passaporte 1

Quais as exigências dessas três autoridades? Em forma unânime, RG em boas condições e com foto atualizada ou passaporte dentro do prazo de validade. Apenas isso.

Quem exige a validade do RG?

Onde nasce então o infame pedido de ter o RG com não mais de 10 anos? Nada menos que em algumas empresas de transporte brasileiras, o que gera uma enorme confusão entre os potenciais passageiros. Enquanto Latam e Azul harmonizam com o pedido das autoridades brasileiras e argentinas, Gol Linhas Aéreas faz uma exigência maior. A companhia requer apresentar um RG com menos de 10 anos desde a data de emissão.

O que fazer se o RG tem mais de 10 anos?

Se você não for viajar pela empresa aérea Gol e o documento estiver em boas condições e com uma foto atualizada, não precisa fazer nada. Dificilmente você terá problemas para viajar. Contudo, sempre recomendamos entrar em contato previamente com a sua empresa de viagem. Faça tudo com antecedência!

Viajando com o passaporte

O uso do passaporte brasileiro resolve todas as dúvidas que o uso do RG poderia provocar. Ele sim tem prazo de validade e não tem como escapar disso. Mas aí aparece outra pergunta interessante e recorrente: qual a validade mínima do passaporte para viajar a Buenos Aires?

Validade do RG, passaporte 2

As autoridades argentinas somente indicam que o passaporte deve estar dentro do prazo de validade. Diferente de outros países que só aceitam passaportes com uma validade superior aos seis meses.

Boas práticas para evitar problemas

Agora que já sabemos o que as leis migratórias e as linhas aéreas solicitam, vamos para o próximo passo: organização.

Validade do RG, globo

Com a imensa ajuda da internet, organizar uma viagem não é precisamente uma coisa impossível de fazer. Muito pelo contrário, em pouquíssimo tempo (em horas até) podemos definir e concretizar os seguintes assuntos:

  1. Decidir o destino.
  2. Listar os principais pontos turísticos do lugar escolhido.
  3. Determinar a duração da viagem.
  4. Reservar um hotel.
  5. Comprar as passagens
  6. Fazer a mala.

Consulte por passeios, traslados, shows de tango e outras atividades turísticas em Buenos Aires com os melhores preços do mercado!

E pronto, amanhã mesmo já estaríamos em condições de viajar! Porém, uma coisa que não podemos fazer de um dia para o outro é a renovação dos nossos documentos. Moral da história: faça tudo com calma e não deixe o assunto da documentação para o último instante. Mesmo contando com serviços como o Poupatempo (ou semelhantes dependendo do estado), renovar os documentos leva seu tempo. Organize tudo com a antecedência necessária e a validade do RG não irá atrapalhar a sua viagem de jeito nenhum!