Um belo passeio pelo Jardim Japonês

Buenos Aires é a cidade que tem de tudo: desde lugares culturais com teatros de arquiteturas imponentes, centros comerciais com as melhores marcas, restaurantes de todo tipo até espaços verdes que vão permitir recuperar aquele fôlego perdido depois de uma longa caminhada pela cidade.

O que é legal ao percorrer a capital argentina é que muitas vezes aquelas coisas interessantes ficam bem próximas uma da outra. É o caso do Jardim Japonês, localizado no parque Tres de Febrero, formado por um grupo de praças onde também é possível achar o Planetário de Buenos Aires e os bosques e lagos de Palermo.

Você sabe qual é o bairro mais visitado pelos brasileiros em Buenos Aires? Confira.

Booking.com

Dar um passeio pelo Jardim Japonês no bairro portenho de Palermo é mergulhar numa experiência que abrange todos os sentidos. É sem duvidas um desses lugares que vale a pena visitar em Buenos Aires, com uma paisagem concebida com tanto equilíbrio que resulta impossível não perceber essa harmonia. Foi planejado com os mesmos critérios utilizados no seu país de origem, o que significa que poderemos encontrar jardins do mesmo estilo no Japão.

Jardim Japonês, Buenos Aires 1

Origens do Jardim

O parque nasce da mão da comunidade japonesa-argentina no ano 1967, como homenagem aos príncipes japoneses que se encontravam visitando Buenos Aires. É importante destacar que o espaço é financiado com o dinheiro arrecadado com os ingressos e outros serviços oferecidos no lugar, não recebendo subsídios do governo da cidade e sendo administrado só pela organização fundadora.

Uma paisagem incomparável

A paisagem natural do Jardim Japonês é composta por uma variada vegetação original do Japão, como por exemplo, o Acer Palmatuny, Sakura e as azaleias. Outros elementos típicos que podem ser admirados são os lagos e os peixes da espécie koi.

Jardim Japonês, Buenos Aires 5

Aparecem também construções de pedra e várias pontes de formas diversas, como a vermelha com forma de arco e a de cor madeira em forma de ziguezague. Ambas as pontes possuem uma simbologia diferente: a de cor vermelho simboliza a união de dois mundos, o divino com o humano, e a ziguezagueante representa as decisões.

Curta um bonito passeio ao ar livre. Visite o Tigre e conheça os seus destaques.

Atividades dentro do Jardim Japonês

Durante o passeio pelo parque vamos encontrar um restaurante que oferece a típica comida nipônica, de excelente qualidade e com uma ótima apresentação. Para os amantes da jardinaria, o viveiro Kadam entrega uma grande variedade de plantas. Os bonsais (as pequenas e típicas plantas japonesas) não podem ficar ausentes, além de diversos insumos para jardinar e um dedicado e paciente atendimento conforme a tradicional cultura oriental.

Jardim Japonês, Buenos Aires 3

Um completo centro cultural (com cursos de literatura, bonsai, pintura, dança, etc.) é outra das opções que podem ser apreciadas e aproveitadas dentro do parque.

Jardim Japonês está localizado na Av. Casares e Figueroa Alcorta, no bairro de Palermo e abre as suas portas todos os dias entre as 10 e as 18 horas.

 


Exibir mapa ampliado