Que lugares visitar em Montevidéu

Por que não estender por alguns dias as suas férias em Buenos Aires e atravessar rapidamente o Rio de la Plata? Do outro lado espera pacientemente a cidade de Montevidéu, capital do Uruguai. Com certeza, um destino com encanto próprio e que merece ser parte do seu roteiro.

Aproveitando a proximidade com a capital portenha, é uma opção que vale a pena ser considerada: apenas é necessária uma rápida viagem em ferry boat.

Montevidéu pode parecer relativamente pequeno, mas existem muitas coisas interessantes que poderão ser realizadas e aproveitadas por lá. Sua reduzida área de 530 km2 permite que seja visitada em pouco tempo e a habitual cordialidade dos seus moradores fazem que o turismo seja uma atividade muito bem aproveitada.

Booking.com

Sendo Uruguai um país limítrofe, além de ser membro do Mercosul, os turistas brasileiros não precisam de visto de entrada nem passaporte para poder ingressar ao território uruguaio. O RG é suficiente (sempre que esteja em bom estado de conservação e com foto atualizada), e possibilita a permanência por até 90 dias, que podem ser renovados por outros noventa.

O que vale a pena conhecer na capital uruguaia

Em um dia de sol, a escolha perfeita para os visitantes é percorrer a Cidade Velha (Ciudad Vieja, em espanhol), sempre observando e admirando as construções antigas de estilo europeu e ainda o charme incrível dos famosos pontos turísticos de Montevidéu. Alguns deles são a Puerta de la Ciudadela (a antiga porta de entrada à cidade), o Palácio Salvo (inaugurado em 1928 e com as mesmas características do Palácio Barolo de Buenos Aires) e o Teatro Solís, o maior ponto de reunião da cultura uruguaia.

Montevidéu, Teatro Solís

Aos domingos, a dica é aproveitar bastante para desvendar a tradicional feira de Tristan Narvaja, repletas de quinquilharias bem interessantes. Além disto, no almoço é hora de renovar todas as energias, e para isso não existe nada melhor do que uma parada no Mercado del Puerto.

As diversas churrascarias localizadas no seu interior são simplesmente imperdíveis! Se você já está com saudades do churrasco argentino ou até do brasileiro, saiba que a carne uruguaia é de altíssima qualidade e o churrasco uruguaio é um dos destaques da culinária local.

Montevidéu, Mercado del Puerto

Com quase 150 anos de existência, é o melhor lugar para comer uma boa carne, um chivito (o típico sanduíche nacional, feito com filé mignon) e beber um médio y médio, o popular aperitivo uruguaio. Está localizado perto do Porto de Montevidéu e é considerado um dos símbolos mais emblemáticos da cidade.

No finalzinho da tarde vale a pena caminhar pela Rambla, o calçadão que contorna a praia por mais de 25 km. Independente de fazer frio ou calor, o visual do Rio de la Plata é uma das escolhas mais perfeitas para curtir no final do dia. A Rambla é ainda o cenário favorito dos moradores para degustar o mate: do mesmo jeito que população gaúcha do sul do Brasil, os uruguaios têm uma predileção incansável pelo chimarrão. Uma cena mais do que habitual é ver os habitantes da cidade caminhando tranquilamente junto com o seu chimarrão e a garrafa térmica o dia todo.

A Avenida 18 de Julio é a principal rua de Montevidéu. E depois de conhecer a Praça Independência, a mais importante da capital uruguaia, dar um passeio por esta avenida tão animada é uma ótima alternativa. Para poder apreciar de perto o movimento da cidade de Montevidéu é questão de caminhar algumas quadras por ali até chegar à chamada Peatonal Sarandí: uma calçada só para pedestres e muito transitada, especialmente pelos turistas.

Montevidéu, Plaza Independencia

A Catedral Metropolitana é a principal igreja católica da cidade: estamos falando de uma igreja muito bonita e que está aberta para visitações. Os turistas poderão acima de tudo aproveitar para tirar fotos internas tanto das capelas como do altar, que tem um visual incrível.

O Casino de Carrasco, distante uns 15 km de Montevidéu, é outra atração muito apreciada por aqueles desejosos de tentar a sorte na roleta. E para quem esteja interessado em desfrutar ao ar livre da natureza a melhor dica é dar um passeio pelo belo Parque Rodó.

O Carnaval de Montevidéu aparece como uma das mais fervorosas celebrações dos uruguaios. Tem uma duração de 40 dias e começa com o Desfile das Chamadas, mas durante o ano todo os ensaios das murgas (o equivalente das escolas de samba brasileiras) são escutados pelas ruas de Montevidéu.

(Foto: jikatu)

Carnaval de Montevidéu (Foto: jikatu)

Nesse instante, o Candombe (a tradicional musica charrúa que na verdade veio da África) toma conta da cidade e ninguém consegue resistir. Um clássico da cultura uruguaia que pode ser admirado também no Museu do Carnaval.

Como viajar a Montevidéu desde Buenos Aires

A maneira mais direta para viajar a Montevidéu desde Buenos Aires é através do ferry boat. A empresa Buquebús oferece vários serviços diários, que podem ser diretos ou bem indo até a cidade de Colonia del Sacramento e depois completando o trajeto em ônibus. A primeira opção demora pouco mais de duas horas, enquanto a segunda possibilidade leva um total de quatro horas e meia.

Você também pode escolher ir até a capital uruguaia utilizando o Seacat, que vai até Colônia para depois completar o percurso também de ônibus. A viagem entre Buenos Aires e Montevidéu leva aproximadamente quatro horas e quinze minutos.

Uma alternativa mais demorada é indo de ônibus: sair da Rodoviária de Retiro, atravessar a ponte General San Martín (na cidade de Gualeguaychú) para depois ingressar em território uruguaio e finalmente chegar à cidade de Montevidéu. A viagem tem uma duração aproximada de oito horas.

Por último, a opção mais cara: o avião. Aerolíneas Argentinas oferece diariamente voos comunicando as duas cidades em apenas 45 minutos. Os serviços saem desde o Aeroparque Jorge Newbery e vão até o Aeroporto de Carrasco (distante uns 20 km da capital uruguaia).