Feira de Mataderos

Como toda cidade grande, Buenos Aires tem um ritmo que às vezes acaba tirando boa parte da nossa energia. Muito trânsito, barulho, manifestações e um monte de gente nas ruas. E no meio desse tumulto todo podemos perder a possibilidade de visitar outros lugares que oferecem um panorama totalmente diferente.

O que nem todos os turistas sabem é que a poucos quilômetros do centro portenho existe uma popular feira de artesanato, que mostra as mais relevantes tradições argentinas: a Feira de Mataderos, que funciona no bairro do mesmo nome desde junho de 1986. Sim, você fez a conta certa: em breve vai completar 30 anos de vida.

Bem querida pelos moradores do bairro, mas ao mesmo tempo prestigiada por turistas de outras cidades e países, recebe cada final de semana acima de oito mil visitantes. Um lugar onde você poderá encontrar peças de artesanato, roupas tradicionais, comidas típicas, shows de danças folclóricas e outros exemplos da cultura popular do interior argentino.

Booking.com

Um passeio ideal se você deseja esquecer por algumas horas o comportamento dos portenhos da cidade e conhecer um pouquinho melhor os costumes do homem de campo. Vamos entrar?

A feira por dentro

A Feira de Mataderos possui mais de 500 barraquinhas e está localizada onde antigamente funcionava um matadouro (eis a origem do nome do bairro, Mataderos). Vale a pena avançar pacientemente entre os corredores que separam as barracas e fuçar com atenção porque é possível achar coisas interessantes e por preços que ainda estão dentro da realidade. Não faltam os elementos característicos da vestimenta gaucha e a roupa de couro, tudo bem artesanal.

Feira de Mataderos (Foto: puroticorico)

Em questões de comida, o que espera por nós? Uma praça de alimentação especialmente dedicada para mostrar os pratos mais relevantes da gastronomia das diferentes regiões da República Argentina. O chimarrão, as empanadas, o locro (versão local da feijoada brasileira), tamales (semelhantes às pamonhas, com recheio salgado) e, logicamente, o churrasco argentino têm presença garantida na simpática feirinha de Mataderos.

E nada de andar se preocupando pela ausência de um elemento chave da culinária argentina: o clássico choripan também está presente! Basta procurar por um pouco de fumaça e pronto, o famoso sanduiche está aí esperando por você. Na hora da merenda fazem a sua entrada os típicos pastelitos (pastéis doces) e as tortas fritas para acompanhar um bom mate cozido.

Feira de Mataderos (Foto: buenosairesprensa)

Na parte central da feira há um palco especialmente preparado para as apresentações dos diferentes artistas. Se prepare porque durante o dia todo tem muita música, o que permite apreciar de perto o folclore argentino, o estilo musical mais importante do interior do país vizinho. Deixe o tango de lado e permita-se curtir e até dançar (por que não?) alguma zamba, carnavalito ou qualquer outra dança bem típica dos hermanos.

Feira de Mataderos (Foto: Cadampol)

Dependendo da época do ano, ainda são celebradas as festas típicas de cada província argentina e completam o encontro espetáculos tradicionais com cavalos, onde os gauchos mostram abertamente as suas habilidades. O melhor de tudo? Não se cobra ingresso e os espetáculos são todos gratuitos.

Feira de Mataderos, músicos (Foto: buenosairesprensa)feira

Horários de funcionamento e como chegar

A Feira de Mataderos funciona somente aos domingos. As atividades começam as 11.00h e terminam às 20.00h. Um detalhe para levar em consideração: a feira cancela a suas atividades durante os dias de chuva já que tudo é feito a céu aberto.

Consulte por passeios, traslados, shows de tango e outras atividades turísticas em Buenos Aires com os melhores preços do mercado!

Existem várias empresas de ônibus que permitem chegar até a Feira de Mataderos desde diversos pontos da cidade de Buenos Aires. As linhas que podem ser de maior utilidade para o turista brasileiro são as de número 36 e 55 (partindo desde a Plaza Itália), 63 e 80 (desde Belgrano), 92 (Retiro) e 180 (desde o micro centro). A viagem pode demorar uns 50 minutos, dependendo da condição do trânsito. Indo de táxi, são aproximadamente 15 km desde o Obelisco.

A poucos quilômetros do Obelisco de Buenos Aires podemos achar a Feira de Mataderos, um autêntico e gratuito encontro com o melhor das tradições dos gauchos argentinos.