Comidas típicas argentinas: El Sanjuanino

Muitos turistas brasileiros depois que deixam Buenos Aires voltam para casa reclamando que a comida argentina não tem variedade. Que custa muito achar outra coisa que não seja o tradicional bife de chorizo, as batatas fritas ou o famoso churrasco. Ou que todos os restaurantes têm o mesmo cardápio. Olhando rapidamente, a primeira impressão bem pode ser essa.

Não podemos negar que um grande número de locais gastronômicos da cidade prefere não se arriscar e desse jeito não se preocupam muito em incentivar aos turistas estrangeiros a descobrirem pratos ou sabores diferentes.

Ainda bem que a realidade é outra. A culinária argentina (já não estamos falando só da gastronomia portenha, mas a do país em geral) é bem ampla e merece ser conhecida. Cada região tem os seus próprios pratos típicos e a representação da província de San Juan fica nas mãos de El Sanjuanino. A sua especialidade são as empanadas e outras comidas e sobremesas típicas argentinas.

Booking.com

A filial mais conhecida resulta ser a que está localizada no bairro da Recoleta, só que geralmente está lotada e em certos horários resulta difícil achar uma mesa livre. Já o local de Belgrano (a meia quadra da Avenida Cabildo) é bem mais tranquilo e o atendimento costuma ser bastante rápido.

Cardápio regional com um toque portenho

O cardápio está composto por vários pratos regionais pouco conhecidos para o público brasileiro, mas por preços razoáveis. O destaque da casa são as empanadas, que podem ser feitas no forno ou também fritas. A variedade de sabores não é muito extensa: ao redor de dez recheios diferentes, que no final das contas acabam sendo suficientes.

El Sanjuanino, empanadas

Só que as coisas não acabam justamente ai. Pelo contrário, é aí que começam. Enquanto você curte uma boa música regional de fundo, poderá escolher alguns dos pratos mais típicos da Argentina. O mais popular é o Locro.

Seus ingredientes? Feijão branco, grão-de-bico, milho branco, carne de boi, carne de porco, linguiça vermelha, bacon e alguns cozinheiros até colocam pedacinhos de bucho. Uma feijoada menos escura… e sem arroz! Vem servido numa tigela e geralmente se come com colher. Com o frio inverno portenho encima de nós, é um prato mais do que recomendável.

El Sanjuanino, locro

Na lista de preferências continua a Humita (presente também nas culinárias peruana, chilena e boliviana): creme de milho com queijo, cebola, cebolinha, tomate, pimentão e abóbora. Os tamales também são muito pedidos e levam um recheio de carne moída, abóbora e farinha de milho. Depois são embrulhados numa folha de milho previamente fervida. Visualmente parece uma pamonha, só que na verdade é um quitute salgado.

El Sanjuanino não tem couvert nem precisa, já que o pedido chega rápido. Mas o pão caseiro que acaba de sair do forno é sempre muito bem recebido.

Quem não deseja ingressar em terreno desconhecido, não deve se preocupar: El Sanjuanino dispõe também de uma série de pratos tradicionais da cozinha portenha (incluindo as italianíssimas massas) que vão satisfazer todos os paladares. Bifes, milanesas, frangos e matambre esperam pacientemente por aqueles que não se sentem totalmente à vontade na hora de pedir pratos desconhecidos.

O ideal é pedir umas empanadas, depois um prato principal (geralmente são porções para uma pessoa, mas mesmo assim não deixe de consultar) e se houver espaço e o desejo for mais forte, uma boa sobremesa.

El Sanjuanino, sobremesas

Não pense em abrir mão das ótimas sobremesas, porque pode se arrepender. Todas elas são realmente doces e bem apresentadas. Destacam-se as diferentes combinações de queijo e doces (interessantes versões do popular Romeu e Julieta que todos conhecemos) e se você não conseguiu se decidir, então o argentiníssimo flan com dulce de leche pode salvar a situação.

El Sanjuanino, Belgrano

El Sanjuanino oferece também comidas para viagem e tele entrega.

José Hernandez 2345, Belgrano.

Posadas 1515, Recoleta.

Sanchez de Bustamante 1788, Barrio Norte.