Principais cervejas argentinas

Argentina é um país que conta com um excelente e variado nível gastronômico, e não só em questão de comida, mas também no quesito bebidas. Se falarmos de bebidas de qualidade, a primeira alternativa vai ser provavelmente os vinhos, já que têm sido premiados e reconhecidos mundialmente.

Mas os hermanos argentinos têm também cervejas de altíssima qualidade. E lembrando sempre que a maioria dos turistas brasileiros em Buenos Aires dificilmente resiste à tentação de uma loira bem gelada, é interessante então conhecer mais um pouco sobre as principais cervejas argentinas.

Cerveja Quilmes, a mais tradicional

Sem dúvida nenhuma, Quilmes é o nome mais popular já que é a primeira escolha de qualquer argentino ao recomendar uma marca de cerveja. Seu dono, o alemão Otto Bemberg, começou a produção em 1888, com a fábrica localizada em Buenos Aires. Durante muitos anos sofreu a concorrência direta das já inexistentes companhias Palermo e Bieckert.

Booking.com

(Foto: jesus dehesa)

Principais cervejas argentinas (Foto: jesus dehesa)

Oferece vários tipos de cerveja: a tradicional, Lager, vermelha, escura e sem álcool. As variedades de cerveja Quilmes são: 1890, Cristal, Light, Lieber, Bock, Stout, Red Lager, Bajo Cero, Chopp e Night. Com certeza, para todos os gostos e sempre presente na maioria dos bares e restaurantes de Buenos Aires.

Está em Buenos Aires e hoje à noite vai jantar fora? Ou está a fim de tomar aquele cafezinho? Primeiro conheça 10 características dos bares e restaurantes de Buenos Aires.

Imperial

Outra das principais cervejas argentinas é a Imperial. Sempre esteve fortemente ligada à marca Quilmes, já que inicialmente começou nos anos 50 como uma variedade de cerveja clara (chamada de Lager) da empresa. Depois de ser comprada pela companhia Brahma brasileira, a empresa argentina acabou liberando a Imperial por pedido dos novos compradores.

Mas em 2004 é comprada novamente por investidores estrangeiros, que decidem apostar com força e adicionam à linha de produtos outras variedades de cerveja, como a vermelha e a escura. A partir daí, a Imperial começa ocupar os primeiros lugares de popularidade graças a sua qualidade e também por causa de uma forte campanha de publicidade.

Atualmente a marca oferece vários tipos de cerveja, entre elas a Scotch Ale, Lager, Amber Lager e a Cream Stout.

Kraken

Esta cerveja destaca-se pelo tipo de elaboração, que é totalmente artesanal e não contém qualquer tipo de conservantes. Outra particularidade é o seu engarrafado, que apresenta um mecanismo especial para conservar todas as propriedades de uma bebida de qualidade.

A fábrica artesanal de cerveja Kraken está localizada em Buenos Aires, no bairro de Caseros (aproximadamente 25 km do centro da cidade). Oferece ao público três tipos de cerveja diferentes: American Pale, Irish Red Ale e a Imperial Stout.

Gostaria de acompanhar seu prato predileto com um bom vinho? Conheça então as características do vinho argentino.

Antares

A cerveja Antares também é elaborada artesanalmente. Tendo sua origem na cidade de Mar del Plata (uns 400 km de Buenos Aires), a jovem marca com pouco mais de 20 anos no mercado já mostrou o seu selo de qualidade: atualmente é exportada a diversos países como Estados Unidos, Suécia, Canadá, Uruguai e o Brasil.

(Foto: polmuadi)

Principais cervejas argentinas (Foto: polmuadi)

A fabricação desta cerveja tem como base receitas europeias e procedimentos de envelhecimento em cascos de carvalho, o que outorga um sabor único a esta bebida.

Outras marcas nacionais

Outras destacadas marcas de cerveja fabricadas no país são:

  • Isenbeck: fabricada na Argentina desde 1994 pela empresa alemã Warsteiner, foi a primeira cerveja Premium argentina e hoje ocupa o segundo lugar nas vendas.
  • Brahma: a companhia brasileira começou exportando seus produtos em 1984 e 10 anos depois acabou se instalando definitivamente no país.
  • Stella Artois: originaria da Bélgica, é fabricada pela Quilmes e possui um característico sabor amargo.

(Foto: gorriti)

 

Principais cervejas argentinas (Foto: gorriti)

A tradicional Cervecería Santa Fé foi fundada em 1911 pelo alemão Otto Schneider e nela são produzidas atualmente as seguintes marcas:

  • Santa Fé, Córdoba e Schneider (nacionais)
  • Heineken (holandesa)
  • Budweiser (alemã)

Não deixe de saber quais são os três aperitivos favoritos dos portenhos.

Mesmo sabendo que o vinho é a bebida tradicional argentina, o consumo de cerveja veio crescendo intensamente nos últimos tempos. Com a aparição de numerosos pubs irlandeses (principalmente no micro centro de Buenos Aires), o hábito de beber cerveja foi ganhando força até se estabelecer entre os costumes dos portenhos.

Se você pensa viajar para Buenos Aires pela primeira vez, pode ficar tranquilo: com certeza não faltam opções para poder matar as saudades daquele chopinho, mesmo estando longe de casa.