7 Características dos portenhos que você deve conhecer

Além dos inúmeros pontos turísticos e atrações que Buenos Aires oferece a todos os seus visitantes, existe outro fator que provoca curiosidade e, talvez, até polêmica: seus próprios habitantes, os portenhos. Apreciados por alguns, discutidos por outros (mas nunca ignorados), os naturais da capital argentina se diferenciam notoriamente dos brasileiros em vários sentidos.

Contudo, e do mesmo jeito que no Brasil, existe uma diferença considerável no comportamento entre os moradores da cidade e aqueles que moram no interior do país. Todo aquele viajante que haja tido alguma vez a possibilidade de conhecer outras regiões da Argentina, com certeza terá notado uma atitude mais afável e hospitaleira nas pessoas.

Mas, calma… também não é questão de sair correndo, cancelar as passagens e procurar outro destino para viajar! No lugar disso, melhor conferir conosco uma pequena lista com algumas das características dos portenhos que mais podem chamar à atenção, principalmente daqueles que viajam para Buenos Aires pela primeira vez.

Booking.com
  • Têm fama de serem meio revoltados, reivindicando logo perante qualquer situação que possa parecer adversa: uma atitude que para muitos pode ser correta. Mas às vezes provoca contratempos a aqueles que pouco ou nada têm a ver com o que está acontecendo (manifestações, piquetes, greves, etc.).
  • Historicamente, a elegância masculina tem sido um motivo de destaque dentro da sociedade de Buenos Aires. Os ilustres cidadãos sempre tiveram o hábito de circularem bem vestidos pelas ruas (principalmente no micro centro, o coração financeiro da cidade). Mas os tempos e as tendências foram mudando e hoje em dia os moradores têm adotado um estilo muito menos rígido no seu vestuário. Porém, ainda é possível ver homens de terno e gravata (e com aqueles sobretudos, no inverno) indo trabalhar.

(Foto: Gustavo Gomes)

Caracteristícas dos portenhos (Foto: Gustavo Gomes)

  • Já a moda feminina apresenta outros matizes. As mulheres jovens aparentam serem menos vaidosas em relação às brasileiras. Mesma coisa com as adolescentes, que mostram um visual visivelmente descuidado. Pode ser o resultado de uma tendência casual demais, mas pelo menos nesse sentido as diferenças entre as mulheres de ambos os países são evidentes. As mulheres a partir dos 30 ou 35 anos preferem um estilo mais clássico, elegante e melhor cuidado.
  • Um dos assuntos mais relevantes, e que aqui neste blog sempre tentamos ressaltar, é o típico atendimento oferecido na capital da Argentina. Seja com os turistas ou bem entre eles mesmos, o ar de indiferença e displicência é um elemento habitual na conduta de todos os dias. No entanto, não é tão simples determinar o motivo ou origem dessa prática tão peculiar.

(Foto: Estrella Herrera)

Características dos portenhos (Foto: Estrella Herrera)

Diferente do povo brasileiro, a gente em Buenos Aires frequentemente mostra uma atitude mais séria, formal e até distante (ou seja, com cara de poucos amigos). Totalmente oposto ao acostumado comportamento descontraído e mais latino dos habitantes de qualquer região do Brasil.

Para alguns, isso pode ser o resultado herdado da imigração europeia que chegou no início do século XX (principalmente imigrantes italianos e espanhóis). Para outros, é uma questão simplesmente genética: já a típica figura do compadrito ou malevo (o malandro no ambiente do tango) transmite uma postura meio petulante ou talvez irreverente.

 

Porém, o enigma continua: os portenhos são arrogantes? Provavelmente sim, mesmo que seja um pouco e por orgulho natural.

  • A galantaria, verdadeira ou forçada, é outra das mais notórias características dos portenhos. O acostumado verso ou chamuyo (papo furado) para iniciar uma possível conquista nunca falta. Mas em geral, o homem em Buenos Aires sempre foi, e ainda é, atencioso e gentil com as mulheres.
  • Adoram os brasileiros mais do que a qualquer outro turista estrangeiro. Sim, não é um exagero nem um mito. Embora quem esteja vindo do Brasil pense o contrario, os argentinos sentem um grande aprecio e admiração pelo país vizinho.

É só questão de não falar muito de futebol (mais ainda depois da última Copa do Mundo, onde a sensibilidade dos dois países ficou um pouco sentida). E na hora, os anfitriões tentam improvisar um portunhol e desse jeito, agradar e ganhar a confiança do visitante.

  • O popular cafezinho de Buenos Aires: o motivo sempre presente para um encontro casual ou planejado. A companhia que não falta jamais numa conversa entre amigos, uma reunião de trabalho, para começar uma paquera ou simplesmente ler o jornal.

Cafezinho, características dos portenhos (Foto: Patricio Espigares)

Se no Brasil qualquer desculpa é boa para beber um chopinho ou uma cerveja bem gelada, os portenhos escolhem a tradicional infusão matinal para iniciar uma conversa. Lugares para isso que não faltam: não é a toa que no centro de Buenos Aires há um café em quase todas as esquinas!

E para finalizar, como bônus, compartilhamos com vocês um interessantíssimo vídeo realizado e publicado por nossos parceiros do Aires Buenos Blog: uma entrevista ao prestigiado jornalista argentino – brasileiro Ariel Palacios, quem define, com bastante sabedoria, a idiossincrasia argentina.  Vale a pena assistir a reportagem (dividida em duas partes), que ajuda a entender melhor o às vezes intrigante comportamento dos hermanos.

Originalmente publicado por Aires Buenos TV

Utilizado com a autorização do autor